A estória é simples.

Começa como todas as estórias que valem a pena.. “Était une fois” uma antiga secretária que serviu de apoio ao tampo de carne para barbecues num dos hostels pioneiros do Porto. A ampulheta do tempo girava, enquanto a mesa – personagem principal deste conto – oscilava entre o esquecimento e o desejo de voltar a rimar com a vaidade das peças que fazem suspirar quem suspira pela arte de decorar.

Depois de uma operação de cosmética feita da mesma matéria dos sonhos, renasce com a vontade de ser mais do que foi.

Encara o futuro, sem esconder a marca do seu “antigamente”. Foi tratada com velatura de modo a salientar os veios e deixar à vista algumas marcas do que foi um dia.

Troca de mãos por 80 euros e tem mais fotos disponíveis.

Maria Tangerina

[crédito fotográfico, foto superior: Vítor Martinho]

Anúncios